Nossos Mestres

Onde Estamos

 

 


 

Conselhos de Lama Zopa Rimpoche
sobre os Centros de Dharma

Conselhos de Lama Zopa Rimpoche sobre os Centros de Dharma

 


 

Grupo de Estudo

Grupo de Estudo

 


 

Perguntas Mais Frequentes

Perguntas Mais Frequentes

 


 

Lama Yeshe Wisdow Archive

 


 

Seja Seu Próprio Terapeuta - Lama Yeshe

"Seja Seu Próprio Terapeuta"
por Lama Yeshe

Conselhos de Lama Zopa Rimpoche sobre os Centros de Dharma

 

Estes conselhos são uma explicação adorável do papel e dos benefícios dos centros de Dharma, e são um modo incrivelmente útil e bonito para todos nós nos alegrarmos em ajudar nosso centro de Dharma local.

  Obrigado e Alegrem-se!

A todos os meus queridos irmãos e irmãs,

Eu gostaria de explicar de forma simples, como é importante termos centros de Dharma, para que possamos ajudar a tantos seres sencientes, enquanto eles estiverem com este corpo humano tão precioso, despertando-os para as causas inequívocas de felicidade e de sofrimento através das explicações dos ensinamentos do Buda sobre o carma, que é a nossa experiência, e não apenas uma crença. Quando lhes oferecemos esta educação, abrimos as suas vidas para toda felicidade - não apenas aquela desta vida, mas as de vidas futuras e para a felicidade suprema da liberação do samsara e a felicidade inigualável da iluminação plena.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Nós despertamos os seres sencientes quando explicamos o que é a compaixão, como necessitamos de compaixão, e como desenvolvê-la. Isso os leva a alcançar a felicidade inigualável da iluminação plena e iluminar inúmeros outros seres sencientes, cessando todos os seus impedimentos e completando todas as qualidades.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Nós despertamos os seres sencientes quando ensinamos a base do Budismo - as duas verdades, a convencional e a suprema - e os educamos quanto à própria natureza do eu, dos agregados e de todos os outros fenômenos, que são vazios. Ao compreender a vacuidade, os seres sencientes podem compreender a verdade convencional de como as coisas existem, não segundo a mente em alucinação, mas segundo a sabedoria, que é de acordo com a realidade.

Isso oferece aos seres sencientes a liberação, dando-lhes a confiança de que podem definitivamente alcançar a liberdade suprema estudando os ensinamentos e meditando neles, e assim desenvolver e atualizar a sabedoria que cessa diretamente todas as contaminações grosseiras e sutis. Desenvolver a sabedoria suprema que realiza a vacuidade - a única sabedoria que separa diretamente as contaminações grosseiras e sutis do contínuo mental - dá aos seres sencientes a liberdade inconcebível de alcançar a iluminação plena e a cessação de todos os sofrimentos.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Dessa maneira, abrimos o olho de sabedoria suprema dos seres sencientes ao despertá-los para como o samsara e seus prazeres são, por natureza, somente sofrimento. Nós os inspiramos a se libertarem dos oceanos de sofrimentos dos reinos dos infernos, fantasmas famintos, animais, humanos, suras e asuras, e a alcançarem a felicidade suprema e duradoura da total liberação. Assim, os libertamos da prisão do samsara; nós os libertamos da gaiola do samsara, onde se encontram presos pelas delusões e pelo carma desde os tempos sem princípio. Nós também os libertamos dos prazeres do samsara despertando-os para como esses prazeres são por natureza somente sofrimentos, causados por carma e delusões, a mente impura e contaminada pela semente dos pensamentos perturbadores. Todos os reinos do samsara têm a natureza do sofrimento composto que tudo permeia.

Nós despertamos os seres sencientes dando-lhes a oportunidade de ouvir os ensinamentos d'O Onisciente, o nosso bondoso e compassivo Guru Buda Shakyamuni; para que reflitam e meditem nos ensinamentos que ouviram; e para que realizem o caminho.

Ao oferecermos a oportunidade de ouvir, refletir e meditar nos ensinamentos sobre as quatro nobres verdades, isso lhes propicia uma compreensão clara do que é realmente a liberação, e mostra o caminho para alcançá-la. Nós os educamos para evitar a experiência não apenas do sofrimento da dor e do sofrimento da mudança (prazeres do samsara), como também para libertá-los para sempre do sofrimento fundamental, a base dos outros dois, o sofrimento composto que tudo permeia, e assim, oferecer-lhes uma definição completa de liberação e de como realizá-la.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Nós educamos os seres sencientes tão gentis e preciosos nos caminhos tântricos - o mantra secreto; o Vajrayana - liberando-os de todos os sofrimentos e de suas causas, e trazendo-os à plena iluminação não somente de forma rápida, mas de forma muito mais rápida.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Nós causamos que os seres sencientes a encontrarem um mestre espiritual - um guru qualificado que mostra-lhes o caminho completo, vive na prática do mais elevado treinamento da moralidade, elucida o caminho completo para a iluminação sem erro, e os guia à liberação e plena iluminação.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Nós não somente oferecemos aos seres sencientes uma compreensão clara e ampla do sutra e do tantra, como também os educamos no lam-rim - a prática organizada e gradual para uma pessoa alcançar a iluminação que integra todos os 84.000 ensinamentos do Buda e que torna muito fácil para os seres sencientes alcançarem a iluminação sem qualquer confusão.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Portanto, o centro de Dharma desempenha um papel muito importante ao assumir a responsabilidade pela paz e felicidade de todos os seres sencientes, particularmente aqueles neste mundo.

Como eu sou afortunado e feliz! Como nós somos afortunados e felizes!
Muito obrigado aos diretores, mestres, todos os preciosos membros e organizadores, todos os alunos puros, os praticantes de meditação diária, aqueles que servem com grande devoção aos ensinamentos do Guru Buda Shakyamuni e a todos os seres sencientes.

Com muito amor e preces,
Lama Zopa Rimpoche

Colofão: Ditado à Ven Holly Ansett no Maitreya Institute, Holanda, em 30 de agosto de 2004, como prefácio da revista comemorativa do novo prédio do Amitabha Buddhist Center, na Cingapura. Editado por Nick Ribush e ligeiramente por Claire Isitt. Traduzido para o português por Marly Ferreira e revisado por Terezinha Mesquita em setembro de 2007.


topo da página


Centro Shiwa Lha     Rua Ribeiro de Almeida, 23 - Laranjeiras - Rio de Janeiro/RJ - CEP 22.240-060                     Desenvolvido por Erika Sarti