D – Shiwa Lha – Centro de Estudos do Budismo Tibetano

Glossário: D

Dúvida

Tibetano / Sânscrito:
the tshom, vicikitsa, samsaya

Duvidar, hesitar, ser tímido

Doze elos do surgimento dependente

Tibetano / Sânscrito:
ten-drel chu-nyi; pratitya samtrtpada

Os doze passos na evolução da existência cíclica: ignorância, formação cármica, consciência, nome e forma, campos sensoriais, contato, sensação, apego, aferramento, devir (vir a ser), ou existência, nascimento e velhice e morte. Esta é a explicação de Buda Shakyamuni de como as delusões (enganos) e o carma prendem os seres sencientes ao samsara, causando-lhes o renascimento no sofrimento vez após vez; os doze elos são retratados na pintura tibetana da Roda da vida.

Doze feitos de Buda

Tibetano / Sânscrito:
.

1. Descida de Tushita na forma de um elefante branco. 2. Concepção no útero da Rainha Mayadevi. 3. Nascimento nos bosques de Lumbini. 4. Proezas em artes e ciências, como um jovem leão entre homens quando subjugou o orgulho dos outros por seu poder milagroso em um concurso. 5. Casamento com Yashodhara, nascimento do filho Rahula e desfrute de prazeres da realeza. 6. Grande renúncia ao samsara, abandono da vida de príncipe e sua auto-ordenação na estupa completamente pura. 7. Permanência nas margens do rio Nairanjana. Realização de práticas austeras por seis anos e posterior renúncia às austeridades.
8. Iluminação no trono vajra em Bodhgaya. 9. Três vezes em que o Buda girou a roda do Dharma. 10. O Buda derrota os panditas e Devadatta. 11. Ações milagrosas que tornaram o Dharma digno de oferecimentos por homens e devas. 12. Milagre das relíquias: após a sua morte, aos 83 anos, em Kushinagar, suas relíquias milagrosas foram divididas em oito para o benefício dos alunos e das futuras gerações.

Duas acumulações, duas coletâneas

Tibetano / Sânscrito:
tsogs-gnyis

Acumulações de Mérito e Sabedoria.

Duas obstruções

Tibetano / Sânscrito:
skyon-sgrib-gnyis

1. Obstruções das aflições mentais e 1. Obstruções à onisciência.

Duas verdades

Tibetano / Sânscrito:
bden gnyis

1) A verdade relativa ou convencional cotidiana do mundo mundano, sujeita às delusões e dicotomias e 2) a verdade suprema ou verdade última, que transcende dicotomias, conforme o Buda ensinou.

Dorje

Tibetano / Sânscrito:
dorje; vajra

Arma mágica feita de metal muito afiada e dura; diamantina. Raio de um trovão. Implemento tântrico que simboliza o método (compaixão ou êxtase). Na mão direita simboliza o lado masculino e na mão esquerda o lado feminino. Dorje ou vajra quer dizer diamante (ou raio de trovão). Simboliza o que é visto como qualidades essenciais ao budismo. Assim como o diamante é duro, os ensinamentos de Buda são indestrutíveis. O poder do raio do trovão é similar ao poder da mensagem de Buda, que corta a ignorância e guia todos os seres até a iluminação.

Dorje khadro

Tibetano / Sânscrito:
dorje khadro,Vajradaka

(sâncr.: Vajradaka). Deidade cuja função é purificar as negatividades por meio de seu puja de fogo específico jin−sek. Veja também ngon-dro.

Dormir

Tibetano / Sânscrito:
gnyid

Torpor e sonolência que ocorrem na meditação e tornam a mente muito turva e fraca. A consciência não consegue se engajar no objeto de meditação.

Dotes

Tibetano / Sânscrito:
‘byor-ba

Há dez dotes que possibilitam a prática do Dharma: 1. nascer como humano, 2. nascer em um país central onde haja oportunidade de praticar o Dharma, 3. possuir faculdades de corpo e mente completas e perfeitas, 4. viver a vida sem praticar atos pervertidos, 5. ter fé nos ensinamentos de Buda, 6. presenciar a chegada de um Buda ou de seu representante — um mestre espiritual qualificado — durante a vida, 7. receber os ensinamentos do Dharma, 8. ter prosperidade do Dharma, 9. existência de verdadeiros seguidores do Dharma, 10. existência de condições favoráveis para a prática em particular a bondade dos outros. As cinco primeiras fortunas são pessoais e as cinco últimas são circunstanciais. Sinônimo: fortuna

Doutrina

Tibetano / Sânscrito:
chos, dharma

Realidade, fenômenos; os ensinamentos de Buda, elemento ou constituinte último da existência verdadeiramente real; o Dharma Precioso com oito qualidades; a Doutrina; qualidade, atributo, propriedade, característica, habilidade; ensinamento, doutrina, texto, escritura, texto sagrado; direito, virtude, dever, lei moral, princípio, preceito; verdade, ordem, lei; prática, dharma religioso; objeto mental.

Dois extremos

Tibetano / Sânscrito:
.

Visões do eternalismo e do niilismo.

Dois tipos de arhats

Tibetano / Sânscrito:
dgra-bcom-mam-gnyis

A liberação solitária 1. de um ouvinte e 2. de um conquistador solitário.

Domar, subjugar, pacificar, dominar

Tibetano / Sânscrito:
btul(thul),‘dul,gdul

Impregnável

Dor, sofrimento

Tibetano / Sânscrito:
sdug bsngal, duhkha

Três tipos de sofrimentos

Diversidade

Tibetano / Sânscrito:
ji snyed

.

Doença, enfermidade

Tibetano / Sânscrito:
na (ba)

.

Dois benefícios

Tibetano / Sânscrito:
don-gnyis

Benefício supremo para si e para os outros.

Dois corpos de Buda

Tibetano / Sânscrito:
.

Dharmakaya e Rupakaya

Dois corpos supremos

Tibetano / Sânscrito:
mchog-sku-gnyis

1. O Corpo de Forma, que inclui o Corpo de Utilidade e o Corpo de Manifestação Física; e 1. O Corpo de Dharma, que inclui o Corpo de Conhecimento de Dharma e o Corpo de Natureza de Dharma.

Buscar Termo:

A lista de resultados de sua busca traz a palavra-chave e todas as descrições em que esta aparece.


Listar por Letra