Roda da vida – Shiwa Lha – Centro de Estudos do Budismo Tibetano

Roda da vida

Definição de Roda da vida

Tibetano / Sânscrito:
(Sanskrit: Bava Chakra)

Símbolo do samsara. Especialmente no budismo tibetano, a Roda da Vida é o símbolo que consiste em três círculos concêntricos segurados por Yama, o Deus da Morte e do Submundo. O círculo mais interno contém os símbolos representativos das três fontes de sofrimento: o porco (ignorância), a cobra (raiva) e o galo (desejo). O círculo seguinte é dividido em seis seções, cada uma retratando um dos estados de renascimento dos seres. O círculo mais externo é dividido em doze seções, cada uma com um símbolo representando um dos doze fatores (doze elos) do surgimento condicionado: ignorância, ação composta ou carma, consciência, nome e forma, os seis sentidos, contato, sensação, desejo, apego, existência ou vir a ser, nascimento, velhice e morte.

Buscar Termo:

A lista de resultados de sua busca traz a palavra-chave e todas as descrições em que esta aparece.


Listar por Letra