Como fazer prosternações – Shiwa Lha – Centro de Estudos do Budismo Tibetano

Como fazer prosternações

Qual a diferença entre prostração e prosternação? 

  • nas práticas budistas é comum usar os termos prostração  e prosternação para a mesma finalidade. 
  • O dicionário atribui os seguintes significados:
    • Prostração: debilidade física; fraqueza, abatimento.
    • Prosternação: ato de curvar-se em sinal de respeito e/ou reverência.
  • Por isso adotamos a palavra prosternação.

Porque fazer prosternações? 

As prosternações são feitas com o intuito de:

  1. demonstrar respeito e gratidão aos Gurus, Budas e Bodhisattvas
  2. purificar bloqueios mentais e carmas negativos
  3. nos ajudar a obter a visão correta da realidade
  4. criar méritos para realizar a nossa natureza búdica inata. 

Tipos de Prosternações

(1) verbal 

  • quando recitamos louvores, refúgio ou o mantra de prosternação

(2) mental 

  • quando visualizamos que estamos nos prosternando
  • quando mentalmente recitamos louvores ou homenagens

(3) física

  1. uma leve inclinação do corpo
  2. unir as palmas da mãos com humildade e fé
  3. meia prosternação
  4. prosternação completa

Meia Prosternação 

Motivação: gere o pensamento de bodhicitta (mente altruísta da iluminação) e compaixão por todos os seres.

Visualize ou se coloque de frente para o objeto de sua prosternação: guru (visualizado ou pessoa física). Buda (imagens ou stupas, físicas ou visualizadas), Dharma (sutras, livros, textos, físicos ou visualizados) Bodhisattvas (físico ou visualizado).

  • Estando de pé, una as palmas das mãos na frente de seu coração (simboliza a união de compaixão e sabedoria) e dobre os polegares para dentro das palmas (simboliza a joia que realiza desejos)
  • Leve as mãos ao topo da cabeça, com os dedos apontados para cima (cria causa para alcançar o corpo de um Buda e o ushnisha, a protuberância no topo da cabeça de Buda)
  • comece a recitar o mantra de prosternação.
  • Leve as mãos à testa – continue recitando o mantra (cria causa para alcançar o cabelo

encaracolado que Buda possui na testa)

  • Leve as mãos à garganta (cria causa para alcançar a fala sagrada de Buda)
  • Leve as mâos ao coração, apontando sempre para cima e recitando o mantra

      (cria causa para alcançar a sagrada mente de Buda)

  • Solte as mãos e leve-as ao chão enquanto se ajoelha. Para proteger seus joelhos, primeiro coloque as mãos no chão e só depois os joelhos.
  • Em seguida, toque a cabeça no chão 
  • Levante-se e leve as mãos à frente do coração novamente (simboliza sua liberação do samsara)
  1. Repita mais duas vezes enquanto recita o mantra

Prosternação Completa 

A prosternação completa é realizada de forma similar:

1 a 7 – o procedimento é igual ao da meia prosternação 

  • Enquanto as mãos deslizam para a frente para que os braços fiquem totalmente estendidos, alongue o seu corpo o máximo possível e toque a cabeça no chão 
  • Levante as mãos para cima, acima da cabeça. 
  • Deslize as mãos para trás, pressione o chão com as palmas e levante-se.
  • Fique em pé na posição original com as palmas das mãos unidas na frente de seu coração
  • Repita mais duas vezes, recitando o mantra.

Mantra de Prosternação

A recitação de um mantra transforma o mérito de uma prosternação em mérito de 1000 prosternações. 

OM NAMO MANJUSHRIYE,
NAMO SUSHRIYE,
NAMO UTTAMA SHRIYE SOHA

Forma de recitar:                     

OM NAMO MANJUSHRIYE
Eu me prosterno ao Senhor Manjushri
(recite enquanto toca o topo da cabeça)

NAMO SUSHRIYE
Eu me prosterno à glória incomparável
(recite enquanto toca a garganta)

NAMO UTAMA SHRIYE SOHA
Eu me prosterno à mais excelente glória
(recite enquanto toca o coração)

Prosternações na prática do Dharma

Pela manhã: Fazer pelo menos 3 prosternações enquanto recita o mantra de prosternação.

À noite:

  • Fazer pelo menos 3 prosternações enquanto recita o mantra de prosternação, 
  • ou 28 vezes recitando o mantra curto de Vajrasattva  OM  VAJRASATTVA HUM. Este mantra de Guru Vajrasattva é uma prática muito poderosa de purificação. 
  • se possível, pode também fazer 28 prosternações enquanto recita o mantra. É uma ótima prática para purificar as negatividades cometidas durante o dia.   

Outras práticas: Pode-se também recitar orações e louvores enquanto faz as prosternações. Por exemplo: Louvor aos 35 Budas de Confissão, Louvor às 21 Taras, e outras orações.

Acumulações: As repetições podem ser contadas com um mala ou contador. Centenas de milhares de prosternações podem ser realizadas ao longo de meses ou anos. Isto forja uma forte conexão mental e espiritual com as Três Joias.

Fontes:

Making Prostrations – Lama Zopa Rinpoche
Las Practicas Preliminares de La Tradicion de Lama Tsong Khapa  – Osel
Ling 1988